Skip to content
12/04/2011 / Roberto Gimenez

Cloud Computing e IaaS reduzem custos de empresa de manufatura

A DANRESA anuncia os bons resultados de um projeto de cloud computing e infraestrutura como serviço, ou IaaS (infrastructure-as-a-service), implementado na Focus Tecnologia de Plásticos, empresa especializada em desenvolver soluções e manufatura de componentes e conjuntos plásticos para indústrias automotiva e de linha branca. Com faturamento de R$ 92,3 milhões, 800 colaboradores e cerca de 150 usuários de e-mail, a Focus estima uma redução de cerca de 20% em seus custos de TI com a adoção dessas tecnologias.

A Focus possui seis plantas e cada uma delas contava com um ambiente composto por servidores de rede, ERP, e-mail, anti-spam, anti-vírus, proxy e firewall. Ao todo, eram 48 servidores, incluindo as contingências. Em meados do ano passado, os servidores começaram a apresentar problemas recorrentes de hardware, impactando a produtividade da Focus. A empresa foi percebendo que manter todo esse ambiente, com a necessidade de investimento constante em atualização tecnológica de hardware e software, iria se tornar dispendioso demais, além de não ser core business. Foi então que, em setembro do ano passado, a Focus definiu em parceria com a DANRESA a adoção do projeto de cloud computing e IaaS. A Focus levou para a nuvem todo o seu sistema de comunicações (servidor de e-mail e o sistema anti-spam), e adotou a infraestrutura como serviço para os servidores de proxy e firewall.

“Aproximadamente 50% de nossos chamados no Service Desk eram relacionados a problemas de spam. Agora que levamos o anti-spam para a nuvem, praticamente eliminamos esse tipo de incidente”, afirma o gerente de TI da Focus, Gabriel Lima da Silva Dias Neto. O projeto de cloud também trouxe evolução para o sistema de e-mail, que antes era Exchange 2003 e agora é Exchange 2010. Tanto o servidor de e-mail quanto o de anti-spam estão em um data center DANRESA. De acordo com Dias Neto, os próximos passos são levar para a nuvem o servidor de ERP.

Já a adoção de IaaS é vista pelo gerente de TI da Focus como um ganho em termos de segurança e garantia de economia, pois o equipamento e os custos de manutenção ficam a cargo da DANRESA. “Sem a IaaS, teríamos que investir em novos servidores de proxy e firewall, o que não era financeiramente a melhor alternativa”, completa Dias Neto.

Ele ressalta também a importância dos ganhos não mensuráveis financeiramente. “Agora tenho produtos de melhor qualidade em todos os níveis, proxys, anti-spams, etc. Tenho também muito mais novos recursos de mobile com os sistemas implantados, o que aprimora a produtividade da empresa”.

Fontes: Site DANRESA, TI INSIDE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: