Skip to content
05/08/2011 / Roberto Gimenez

Cibercrime liberou mais de 286 mi de programas maliciosos

Nas últimas semanas, a Symantec observou uma onda de incidentes envolvendo segurança da informação. Parte dos ataques é reflexo do foco dos cibercriminosos a novas plataformas, pessoas e organizações. De acordo com o Relatório de Inteligência da companhia, os invasores liberaram mais de 286 milhões de diferentes programas maliciosos em 2010 e, em julho deste ano, uma em cada 280,9 mensagens de correio eletrônico incluía algum conteúdo malicioso. Já no Brasil, 1 em cada 332,1 e-mails continha conteúdo malicioso.

O estudo identificou ainda que, em média, existem aproximadamente 6,797 sites na Web hospedando diariamente software malicioso e outros programas potencialmente indesejados, entre spywares e adwares. Isso representa um aumento de 25,5% em comparação a junho de 2011.

A pesquisa apontou que o setor público foi a maior vítima de ataques de phishing por segmento, com uma em cada 73,2 mensagens infectadas, seguido pelo setor educacional com uma em cada 87,8 e o financeiro com uma em cada 396,7.

A maioria dos ataques tem como objetivo obter dados confidenciais dos usuários e das organizações, como segredos industriais, projetos de produtos e resultados de pesquisas para depois comercializá-los no mercado negro.

Fonte: Decision Report    

**************************

Acabe com seus problemas de spam e conteúdos maliciosos com o SpamTitan, a melhor solução em proteção para sistemas de e-mails.

Solução em nuvem do SpamTitan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: